Acesse nossas redes

Cultura

Prefeitura efetua pagamento de cachês dos artistas do filme do Chuva de Bala no País de Mossoró

Publicado

em

Fotos: Reprodução

A Prefeitura de Mossoró por meio da Secretaria Municipal de Finanças efetuou o pagamento dos cachês dos artistas que participaram do filme Chuva de Bala no País de Mossoró. Os atores, atrizes, bailarinos e músicos participantes da obra cinematográfica receberam cachê no valor de R$ 2 mil. Os cachês foram pagos após conclusão da edição do filme para inclusão nos processos de pagamentos para comprovação, que é um procedimento obrigatório para liberação de recursos do município. A geração de renda para os artistas da terra é uma das iniciativas da Secretaria Municipal de Cultura do Mossoró Cidade Junina 2021 Virtual.

Mais de 100 pessoas participaram do Chuva de Bala, dentre eles 72 artistas de 16 grupos e outros artistas independentes envolvidos diretamente no filme, entre bailarinos, atores, atrizes e músicos. Não houve distinção de cachês entre os artistas e todos receberam o mesmo valor. Além de preservar a tradição de contar a história de resistência de Mossoró ao Bando de Lampião, o filme é uma importante iniciativa para geração de renda para os artistas que estão sofrendo os impactos da pandemia da Covid-19 nas atividades culturais.

“Nosso objetivo principal neste momento é trabalhar geração de renda para os artistas e atores, bailarinos e para os músicos do município de Mossoró. Então, a gente quanto Secretaria de Cultura e Prefeitura de Mossoró temos esse objetivo de trabalhar com a geração de renda fundamentado, principalmente, na questão dos cachês que serão pagos a todos os artistas que participarão do Cidade Junina Virtual”, destacou o secretário municipal de Cultura Etevaldo Almeida.

Filme
A bravura dos mossoroenses liderados pelo prefeito Rodolfo Fernandes na batalha da resistência ao Bando de Lampião será contada no filme Chuva de Bala no País de Mossoró. O filme estreia 20h15 desta quarta-feira (23), véspera do Dia de São João, no canal oficial da Prefeitura de Mossoró no YouTube. O espetáculo Chuva de Bala no País de Mossoró foi encenado em um cenário de teatro montado ao ar livre no adro da Igreja de São Vicente por quase 20 anos. Em 2020, o espetáculo não foi realizado devido à pandemia da Covid-19, mas, neste ano, a Prefeitura de Mossoró retomou o Chuva de Bala em formato de cinema. Pela primeira vez a história de resistência de Mossoró será contada em um filme.

Contar na pandemia a batalha dos mossoroenses contra o Bando de Lampião, ocorrida em 1927, sem perder essência do grandioso espetáculo teatral foi um dos desafios. O Chuva de Bala no País de Mossoró precisou se reinventar, unindo elementos da música, dança e do próprio teatro para contar resistência de Mossoró a invasão de Lampião e seus cangaceiros na narrativa cinematográfica. O filme foi gravado durante a pandemia e cumprindo com todas as medidas de distanciamento social para preservar a saúde dos artistas e profissionais envolvidos no projeto. Mesmo se tratado de uma história de época, o público verá elementos da atualidade durante as cenas do filme. O resultado desse trabalho será exibido pela primeira vez no filme a partir das 20h15 desta quarta-feira, no canal da Prefeitura de Mossoró no YouTube (https://www.youtube.com/prefeiturademossorooficial). Logo depois, haverá shows de artistas da terra nos Polos Cidadela e Estação das Artes. As apresentações serão transmitidas também virtualmente em live diretamente dos palcos dos teatros Municipal Dix-Huit e Lauro Monte.

 


Copyright © 2021 Gazeta do Oeste